11/09 16h11 2017 Você está aqui: Home / Assistência Social Raifran Brandão Imprimir postagem

Tefé dá exemplo e apresenta um dos maiores eventos cívicos

 

 

 

A Rua Olavo Bilac foi o palco e a comunidade tefeense testemunhou, nos dias 05 e 07 de setembro, um grande evento cívico, que contou ainda com a presença de autoridades como o prefeito de Tefé Normando Bessa de Sá e do General de Brigada Cristiano Pinto Sampaio, Comandante da 16ª Brigada de Infantaria de Selva, entre outras autoridades civis e militares.

O Palácio Bertholletia Excelsa, sede da prefeitura de Tefé, recebeu decoração especial e foi palco também para os apresentadores da solenidade cívica conduzida por Alder Calmon e Neures Oliveira.

A mudança de horário para fugir do calor excessivo e uma estrutura de arquibancada, além de um sistema de áudio estéreo ajudaram a completar o ambiente de comemoração pela emancipação do Amazonas, no dia 05 e da independência, no dia 07.

Confortavelmente as famílias se acomodaram nas arquibancadas ou nas margens da Olavo Bilac, passarela para o espetáculo cívico, e, atentos, conferiram o empenho e a notória dedicação em fazer o melhor de escolas e secretarias municipais, estaduais, federais e até instituições privadas.

No dia sete o desfile ficou por conta das organizações militares. Exército, Marinha, Aeronáutica e o Corpo de Bombeiros deram uma demonstração da rigidez e sincronia dos passos militares.

“É Tefé se afirmando como referência de eventos”, destacou o prefeito Normando Bessa, que tem contado com a colaboração ostensiva e cuidadosa da equipe coordenada pelo secretário de Turismo Cristopham Mota.

“Nada disso seria possível sem o empenho da equipe e o apoio da gestão Normando e Jean”, destacou Mota.

O General Pinto Sampaio, que tem sido presente em eventos da prefeitura de Tefé, disse que a gestão municipal deu mais um exemplo de organização e que a promoção do ato cívico tem grande relevância na afirmação de valores para toda a sociedade.

Sobre a emancipação do Amazonas

Em 1850, no dia 5 de setembro, foi criada a Província do Amazonas, desmembrada da Província do Grão-Pará. Os motivos que levaram a criação da Província do Amazonas foram muitos, em especial, a grandíssima área territorial administrada pelo Grão-Pará, com capital em Belém, e as tentativas fracassadas do Peru em ampliar suas fronteiras com o Brasil, com o apoio dos Estados Unidos. O estado possui um dos mais baixos índices de densidade demográfica no país, superior apenas ao do estado vizinho, Roraima. Conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, em 2016 a densidade demográfica equivale a 2,54 habitantes por quilômetro quadrado.


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados